Helio Garcia, subcoordenador do CODIM (Comitê de Orientação para Divulgação de Informações ao Mercado) pelo IBRI (Instituto Brasileiro de Relações com Investidores), representou o Comitê durante a solenidade do 18º Prêmio ABRASCA de Relatório Anual, que ocorreu, das 10 horas às 13 horas, em 24 de novembro de 2016, na sede da BM&FBOVESPA, em São Paulo (SP).


Helio Garcia entregou o Prêmio a Sónia Cardoso, Gestora Executiva de Sustentabilidade da EDP Brasil. O relatório da EDP Brasil recebeu menção honrosa em Estratégia e Investimentos no Prêmio Relatório Anual da ABRASCA (Associação Brasileira das Companhias Abertas).

Palestras - "A cada ano percebe-se uma sensível melhora nos relatórios anuais", disse Guilherme Setubal, membro do Conselho Diretor da ABRASCA e coordenador da Comissão Técnica do IBRI, na abertura do evento.

"O prêmio volta seu olhar para as informações não financeiras", afirmou Lélio Lauretti, ex-presidente da Comissão Julgadora, que realizou palestra sobre "A Relevância em Primeiro Lugar". Houve, também, palestra de Rogério Garcia, diretor técnico do Ibracon (Instituto dos Auditores Independentes do Brasil) sobre o "Novo Relatório do Auditor".

Premiados - O Banco Bradesco venceu na Categoria Companhia Aberta, Grupo 1 (empresas com receita líquida igual ou acima de R$ 3 bilhões); e a CTEEP no Grupo 2 (empresas com receita líquida abaixo de R$ 3 bilhões). Já a Categoria Companhias Fechadas teve a Brasilprev no Grupo 1 (empresas com receita líquida igual ou acima de R$ 1 bilhão) e a CONCER, no Grupo 2 (empresas com receita líquida abaixo de R$ 1 bilhão). Já como Organização Não-Empresarial venceu o relatório do inpEV (Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias).

Menções honrosas - A Comissão Julgadora ainda premiou com Menções Honrosas as seguintes companhias e categorias: Análise econômico-financeira, Itaú Unibanco; Aspectos socioambientais, Elektro; Estratégia e Investimentos, EDP Brasil; Gestão de Riscos, AES Tietê; e Governança Corporativa, Fibria.