Helmut Bossert, coordenador do CODIM-IBRI (Comitê de Orientação para Divulgação de Informações ao Mercado-Instituto Brasileiro de Relações com Investidores), prestigiou a realização do evento “Segurança Cibernética: supervisão de risco de cima para baixo”, organizado pela Revista RI e pela Diligent, na manhã do dia 26 de agosto de 2015, no hotel Renaissance, em São Paulo (SP).

Ronnie Nogueira, diretor editorial da Revista RI, abriu o evento com a apresentação dos participantes e destacou a importância do tema para a comunidade de Relações com Investidores e Conselheiros de Administração.
Jeff Powell, vice-presidente da Diligent, empresa americana que oferece soluções de segurança da informação para Conselhos de Administração, afirmou em sua palestra que “o assunto não deve ser tratado apenas no âmbito de especialistas em Tecnologia da Informação, mas por meio de governança corporativa consciente e responsável”.

“A tecnologia é importante, mas é controlada por pessoas, que precisam estar treinadas e conscientes do risco, de forma a não deixarem porta aberta para a ação de hacker”, declarou Powell.

Patricia Peck Pinheiro, advogada especialista em Direito Digital da PPP Advogados, enfatizou a importância de se investir na capacitação de colaboradores e parceiros sobre a proteção de dados confidenciais ou essenciais para o sucesso do negócio.

Patricia Peck observou que quanto mais alto o cargo do executivo, maior o nível de conhecimento de informações relevantes da companhia e mais intenso deve ser o treinamento em segurança, pois “20% dos executivos do alto escalão detêm 80% das informações confidenciais da companhia”. A segurança da informação deveria ter espaço crescente nos relatórios anuais das companhias de capital aberto, avalia.

Paulo Conte Vasconcellos, sócio da ProxyCon, empresa de consultoria em Governança Corporativa, em sua palestra, afirmou que a empresa precisa conscientizar executivos e colaboradores para exercerem constante vigilância e interagirem com auditores e com a área de gestão de riscos.

Sandra Guerra, presidente do IBGC (Instituto Brasileiro de Governança Corporativa), encerrou o evento, destacando que os profissionais da Alta Administração devem saber como lidar bem com todos os riscos, inclusive os cibernéticos.